1665608300863.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

1665857330426.png
1665857427662.png

1/4
Buscar

Governo americano anuncia ida de Joe Biden ao Japão na segunda metade de maio


JAPÃO - O governo dos EUA propôs a segunda quinzena de maio como o momento para a visita do presidente Joe Biden ao Japão para participar da cúpula do "Quad", que também envolverá os líderes da Austrália e da Índia, segundo uma fonte diplomática.


Os preparativos estão em andamento para a primeira visita de Biden ao Japão desde que se tornou presidente em 2021. No mês passado, ele sinalizou ao primeiro-ministro japonês Fumio Kishida durante uma reunião virtual que pretende viajar para o país asiático no final da primavera para a reunião do Quad.


O governo Biden vê a parceria das quatro principais democracias do Indo-Pacífico como fundamental em meio aos esforços para combater a crescente assertividade militar e a influência econômica da China na região.


Durante sua visita ao Japão, Biden provavelmente também realizará a primeira reunião bilateral pessoal com Kishida, que assumiu o poder em outubro passado, aparentemente para demonstrar a importância do relacionamento com o principal aliado dos EUA na Ásia em um momento em que a Coreia do Norte está frequentemente testando mísseis balísticos.


A fonte disse que a viagem de Biden à Ásia também pode incluir uma parada na Coreia do Sul, outro aliado próximo dos EUA.


As eleições na Coreia do Sul e na Austrália, bem como a agenda apertada de Biden, no entanto, podem complicar o planejamento.


A eleição presidencial sul-coreana para escolher o sucessor de Moon Jae-in está marcada para março, com a posse do novo presidente em 10 de maio. Uma eleição parlamentar australiana será realizada em maio.


Biden tem uma agenda diplomática na primeira quinzena de junho e também deve participar da cúpula do Grupo dos Sete no final do mês na Alemanha.