TSJ MN_edited.png

1/3

Governo investe ¥20 tri em energia verde como ajuda financeira na meta de "descarbonização"


JAPÃO - O governo fará ajuda financeira de 20 trilhões de ienes para promoção de investimentos em energia verde, como iniciativas para cumprir a meta de "descarbonização" dentro de 28 anos.


Fumio Kishida disse que analisará a possível emissão dos chamados títulos de transição, que normalmente são usados para financiar projetos relacionados ao meio ambiente, e criará um novo painel neste verão para aprofundar as discussões sobre como realizar uma sociedade livre das emissões de carbono.


"Vamos garantir rapidamente os fundos e mostrar nosso compromisso de atrair investimentos de longo prazo do setor privado", disse o premier.


O governo aprovou em outubro passado um plano de energia para alcançar uma meta de emissões líquidas zero de CO2 até 2050, buscando usar mais renováveis e reduzir a geração de energia térmica.


Os esforços de descarbonização estão se tornando cada vez mais vitais à medida que o Japão, como muitos outros países, está procurando reduzir a dependência do carvão e do petróleo da Rússia como parte das sanções sobre sua invasão da Ucrânia.


As observações do premiê vêm depois que o ministério da indústria estimou em um relatório provisório na semana passada que o investimento de 150 trilhões de ienes será necessário dos setores público e privado na próxima década para atingir a meta.


O relatório do Ministério da Economia, Comércio e Indústria inclui planos para promover o uso de hidrogênio e amônia como fontes de energia verde. Após o relatório, o PLD pediu ajuda financeira de 20 trilhões de ienes do governo.


O plano de energia é uma das principais políticas econômicas da Kishida para impulsionar o crescimento, estimulando investimentos em novas tecnologias e instalações necessárias para a transformação verde.