1/3

Governo volta atrás e mantém suspensa o "Go To Travel"


JAPÃO - O Japão continuará a suspender seu programa de subsídios para promover o turismo doméstico depois que o governo suspender totalmente o estado de emergência do coronavírus em 7 de março, disseram autoridades no domingo.


A retomada da campanha "Go To Travel", que alguns especialistas acreditam ter causado a disseminação do novo coronavírus por todo o país, aconteceria somente depois que medidas preventivas completas fossem tomadas, disseram as autoridades, acrescentando que o governo considerará cuidadosamente se reiniciará o programa em março, em áreas onde a situação de infecção está sob controle.


O programa de subsídios foi suspenso em 28 de dezembro, complicando os esforços do governo para lidar com as consequências econômicas da pandemia, que atingiu especialmente as empresas nos setores de turismo e lazer, já que as pessoas foram solicitadas a evitar passeios não essenciais.


O governo está programado para encerrar o segundo estado de emergência COVID-19 do Japão em 7 de março, finalmente removendo Tóquio e três prefeituras vizinhas da lista.


Mas um dos responsáveis ​​disse: "Ainda é necessário analisar a situação da infecção em cada região. A campanha Go To não pode ser reiniciada imediatamente a 8 de março."