TSJ MN_edited.png

1/3

Grupo de chefs japoneses vai abrir parque temático de culinária japonesa na China


JAPÃO - Um grupo formado por grandes chefs japoneses abrirá um parque temático na China como parte dos esforços para popularizar ainda mais a cultura alimentar japonesa na segunda maior economia do mundo.


Chefoodo disse em um comunicado de imprensa recente que colaboraria com o principal conglomerado de alimentos chinês Bright Food para dar vida à instalação interativa, proporcionando aos visitantes a oportunidade de aprender e provar diferentes estilos da culinária japonesa.


O grupo, que assinou uma parceria comercial com a Bright Food no final de junho, estabeleceu uma subsidiária local em Xangai em julho para promover intercâmbios entre chefs e a indústria alimentícia dos dois países, de acordo com o comunicado de imprensa.


A parceria também envolverá a produção de programas de televisão para promover a cultura alimentar japonesa, a construção de uma fábrica para produzir alimentos processados para consumidores chineses e o avanço do comércio de alimentos através da introdução de produtos especiais do Japão.


O número de restaurantes japoneses na China continental aumentou rapidamente nos últimos anos devido à maior conscientização da cultura japonesa através de viagens e à influência do entretenimento popular.


Em 2019, havia cerca de 65.000 restaurantes japoneses na China, mais que o triplo do número cinco anos antes, com mais de 3700 estabelecimentos gastronômicos desse tipo apenas em Xangai, de acordo com um relatório da Organização de Comércio Exterior do Japão divulgado em março.


Chefoodo, presidido pelo chef de cozinha italiano Mamoru Kataoka, foi criado em abril de 2017 para cultivar a indústria de alimentos e bebidas.


O grupo coletivo é composto por 34 chefs profissionais, incluindo Yukio Hattori, diretor de uma escola de culinária, e Chen Kenichi, conhecido por seu papel como o Chef de Ferro Chinês na série de televisão Iron Chef.


A Bright Food, fundada em 2006 como uma empresa que integra preocupações com negócios alimentares afiliadas às autoridades da cidade de Xangai, tem uma variedade de operações, incluindo processamento e distribuição de alimentos.