1/3

Grupo Mirai anuncia plano de regionalização


BRASIL - O CEO do Grupo Mirai de Comunicação, CE Rodrigues, anunciou nesta segunda o plano de regionalização do Sistema Mirai de Rádio, Grupo Mirai de Comunicação e Central Nipo-brasileira de Notícias, visando uma estrutura mais aprofundada e mais interna do Japão.


"O Japão tem 47 províncias e o Brasil e o mundo só conhece o Japão numa visão internacional, como se tudo que o mundo vê se centralizasse em todos os cantos do Japão. Então resolvi, a partir do ano que vem, começar a mostrar o Japão mais para dentro. Como a música local, as notícias da sociedade, além de jornadas esportivas locais. Para deixar cada vez melhor o nosso padrão "Niponismo" de comunicação." falou o presidente geral da GMC.


A partir de primeiro de janeiro, o Sistema Mirai de Rádio, que apenas tinha a Rádio Mirai, terá agora 46 web rádios, sendo uma para cada província com o intuito de regionalizar mais a comunicação com os povos de cada província. Futuramente também, a CNbN terá um portal local para serem divulgados as notícias de cada província através das fontes japonesas da NHK e de jornais locais e comunitários. Além de jornadas esportivas de equipes da província que competirão em nível nacional ou local.


"Sei da dificuldade que terei, principalmente por ser uma equipe pequena. Nós não temos uma equipe grande, eu sei disso. Mas com todo o engajamento, acredito que conseguiremos muitos patrocinadores para que possamos investir mais na produção do Nipo-jornalismo. Vai ser uma tarefa muito difícil, mas estamos confiantes no êxito deste projeto e desde já conto com a audiência de todos os ouvintes que escutam a Rádio Mirai." completou CE Rodrigues.


A regionalização da Mirai entra em vigor a partir do dia 1 de Janeiro, começando pelas rádios e em meados do mês começa a ser lançado ao ar, os portais de notícias locais.