1/3

Guerreira na neve coreana, Momoka Muraoka vai encarar o sol forte no Japão


JAPÃO - Tendo ganhado cinco medalhas nas Paraolimpíadas de Inverno de Pyeongchang em 2018, na Coréia do Sul, Momoka Muraoka está trocando seu esqui sentado por uma cadeira de rodas de corrida para que possa fazer sua estreia nos Jogos de Verão em Tóquio.


Muraoka, que ganhou o ouro paraolímpico no slalom gigante sentado feminino em 2018, competirá na classe T54 de 100 metros, na esperança de proporcionar o mesmo tipo de emoção que ela proporcionou em Pyeongchang, onde ganhou metade das 10 medalhas japonesas.


"Sei que a tarefa é grande, mas quero aumentar meu poder e dar o meu melhor", disse ela em junho, depois de ter garantido uma vaga nas paraolimpíadas, acrescentando que seu objetivo era chegar à final de seu evento.


Muraoka, que está em uma cadeira de rodas desde os 4 anos, fez sua estreia paraolímpica em 2014 em Sochi, onde terminou sem chegar ao pódio. Ela começou a treinar para reservar um ingresso para os Jogos Paraolímpicos de Tóquio em 2020 na primavera de 2019, enquanto também buscava uma vaga nos Jogos de Inverno, que ocorrerão em Pequim no ano que vem.


A atleta nipônica quebrou o recorde nacional na classe feminina de 100 metros T54 em julho de 2019, terminando em 17,38 segundos em uma competição em Tóquio, antes de diminuir mais de um segundo do recorde de janeiro do ano passado em um evento na Austrália.


Mas o adiamento dos Jogos de Tóquio devido à pandemia do coronavírus representou enormes desafios, porque as Paraolimpíadas na capital japonesa e na chinesa, respectivamente, estão com apenas cerca de seis meses de intervalo, e o cronograma de qualificação se sobrepôs.


Embora ela tenha dito que estava em conflito sobre se deveria escolher se concentrar em Tóquio ou Pequim, ela anunciou sua decisão em junho do ano passado de mirar em ambos.


"Pensei em escolher entre o atletismo ou o esqui, mas tendo me concentrado no atletismo por cerca de um ano, comecei a ter determinação como atleta e queria competir nas Paraolimpíadas em ambos os esportes e ganhar medalhas", disse Muraoka.