top of page
1665608300863 (1).png
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube

Há seis anos, projeto vem ajudando a mudar a percepção sobre pacientes portadores de câncer no Japão

AICHI - Um projeto lançado no Japão em 2017 por um paciente com câncer, com o objetivo de combater a imagem dos que sofrem da doença como vítimas incuráveis, vem ganhando impulso internacionalmente, com a participação de esteticistas, profissionais de publicidade e outros voluntários para ajudar a mudar percepções negativas.


Como parte do projeto "Lavender Ring", no final de junho, nove pacientes com câncer participaram de um evento chamado "Maquiagem e Fotos com Sorrisos", realizado no Centro de Câncer de Aichi, em Nagoya, na capital aichiana.


Uma delas foi Miho, de 21 anos, estudante universitária no terceiro ano, que recebeu um tutorial de maquiagem de um membro da equipe da Shiseido.


Miho, que preferiu não ser identificada pelo nome real, foi diagnosticada com câncer de ovário no primeiro ano do ensino médio. Apesar de seu tratamento ter corrido bem após a cirurgia, ela perdeu cabelo e muito peso devido à quimioterapia.


Usando uma peruca, Miho continuou frequentando as aulas, mas gradualmente começou a se afastar dos outros, pois não queria ser rotulada como paciente com câncer.


No entanto, em maio, ela se inscreveu para participar do evento. "Eu queria mudar antes de começar a busca por um emprego", disse ela.


Durante uma sessão de fotos pós-maquiagem organizada para se parecer com uma sessão de fotos de revista, Miho não conseguiu conter o sorriso. "Você está linda como uma modelo", disse um membro da equipe para ela. Ela escreveu "Valorize a mim mesma" em sua foto impressa como um manifesto pessoal.


"Quando tive a coragem de ficar na frente de uma câmera, consegui abraçar minha doença como parte de minha personalidade e força", disse Miho.


Kazuhito Yamamoto, chefe do Centro de Câncer de Aichi, afirmou: "Pacientes com câncer precisam de oportunidades para sorrir".


Recentemente, estima-se que 60% ou mais dos pacientes com câncer vivem por cinco anos após o diagnóstico. Esse número é usado como referência, pois alguns na comunidade médica consideram que sobreviver por cinco anos ou mais após o diagnóstico é um indicativo de que a doença foi curada. No entanto, entre o público em muitos países, a percepção de que todos os pacientes com câncer têm uma "doença fatal" ainda é comum.


O projeto Lavender Ring foi lançado por Yasuaki Misonou, um paciente com câncer de pulmão. Na época, Misonou era um funcionário de 40 anos da Dentsu e organizou o projeto em colaboração com seu chefe, Hiroyuki Tsukimura, de 55 anos. A cor lavanda é considerada um símbolo de apoio para aqueles com a doença.


Com o apoio da Shiseido e da Cancer Net Japan, uma organização sem fins lucrativos, Misonou e Tsukimura começaram a fotografar pacientes com câncer sorrindo, mostrando que eles podem ser felizes e viver suas vidas ao máximo.


O primeiro evento, realizado em Tóquio no verão de 2017, foi um grande sucesso. Misonou e Tsukimura começaram a realizar sessões de conversa sobre câncer e a publicar fotos de pacientes com câncer sorrindo para diversificar o projeto.


Infelizmente, Misonou faleceu aos 43 anos em abril de 2021. Tsukimura, que passou a liderar o projeto desde então, disse: "Prometemos continuar a qualquer custo após o primeiro evento".


O projeto também se expandiu internacionalmente. Em 2022, um evento "Maquiagem e Fotos com Sorrisos" foi realizado na China, Taiwan, Singapura e Tailândia, onde as restrições da pandemia de coronavírus foram relaxadas.


No Japão, eventos foram realizados em Nagoya, Tóquio, Osaka e Fukuoka, e há planos para realizar um em Matsuyama, na província de Ehime, em 23 de setembro. "Esperamos realizar em todas as 47 províncias até 2030", disse Tsukimura.

Posts recentes

Ver tudo

Comments


© TSJ 2024. Todos os direitos reservados

bottom of page