1/3

Helicópteros russos e chineses sobrevoam águas próximas as Ilhas Ogasawara


JAPÃO - No dia 21, a Força de Autodefesa Marítima confirmou que os navios navais chineses e russos, que passaram pelo Estreito de Tsugaru simultaneamente pela primeira vez este mês, lançaram helicópteros nas águas próximas às ilhas Ogasawara. O Ministério da Defesa está analisando o propósito desta ação sem precedentes das forças armadas chinesas e russas, e continua vigilante e monitorando a situação.


Nesta segunda, um total de 10 navios navais chineses e russos passaram pelo Estreito de Tsugaru ao mesmo tempo pela primeira vez, saindo do Mar do Japão para o Oceano Pacífico.


O Estreito de Tsugaru é um "estreito internacional", o que significa que embarcações estrangeiras, incluindo navios de guerra, estão autorizadas a navegar através dele internacionalmente.


De acordo com o Ministério da Defesa, os 10 navios navegaram então para o sul através do Oceano Pacífico, passando por Inubosaki na Prefeitura de Chiba e depois entre Sumisujima e Torishima, nas Ilhas Ogasawara.


Na manhã do dia 21, navios da Força Marítima de Autodefesa e outros confirmaram que um helicóptero de cada uma das fragatas chinesa e russa decolou nas águas de 50 a 100 quilômetros a sudoeste da Ilha de Sumiju.


Jatos de caça da Força Aérea de Auto-Defesa baralharam a aeronave, e os dois pousaram sem violar o espaço aéreo. As duas aeronaves pousaram sem violar o espaço aéreo e nenhuma embarcação naval entrou em águas territoriais, de acordo com o relatório.


Acredita-se que os 10 navios estavam participando de um exercício militar conjunto entre as forças chinesas e russas no Mar do Japão, e o Ministério da Defesa está analisando o propósito do exercício, além de continuar vigilante e monitorar as forças militares dos dois países, uma vez que eles estão tomando medidas sem precedentes.