1/3

Hiroto Kyoguchi papa o tricampeonato ao defender o título de peso-mosca da WBA


EUA - O pugilista Hiroto Kyoguchi manteve seu título de peso mosca da World Boxing Association pela terceira vez no sábado, depois de derrotar o desafiante mexicano Axel Aragon Vega em um nocaute técnico no quinto round em sua primeira luta nos Estados Unidos.


Kyoguchi, o supercampeão de 27 anos, estendeu seu recorde perfeito de carreira para 15 vitórias, 10 por nocaute, enquanto Vega, décimo classificado, viu seu recorde cair para 14-4 com um empate após a partida no American Airlines Center em Dallas , Texas.


Vega deu ao favorito japonês uma luta extremamente dura, mas machucou sua mão quando os dois se enfrentaram. Depois de uma pancada na cabeça que o campeão japonês não conseguiu evitar, Vega deu as costas e fez uma careta de dor antes que o árbitro interrompesse a luta. Kyoguchi ficou um tanto desapontado com a maneira como ele venceu.


"Era esperado que eu fornecesse um tipo diferente de nocaute. Eu queria me mostrar um pouco mais", disse Kyoguchi após sua primeira vitória por nocaute em três lutas que também chegaram na primeira luta depois que ele assinou um contrato com a promotora britânica Matchroom .


Kyoguchi lutou pela primeira vez desde outubro de 2019, depois que uma luta pelo título mundial marcada para novembro passado foi cancelada quando ele contraiu o coronavírus e, segundo ele, o fez questionar seu futuro.


"Eu pensei em parar de boxe", disse Kyoguchi, cujo pai foi diagnosticado com câncer em dezembro. "Lutei pelos fãs e pelo meu pai."


O lutador nascido na Prefeitura de Osaka disse que está ansioso para aceitar mais desafios pelo bem de sua carreira.


"Lutar contra campeões mundiais de outros órgãos sancionadores gera entusiasmo. Quero enriquecer minha carreira no boxe", disse ele.