1/3

Homem é condenado a indenizar família de menina vietnamita assassinada em 2017


JAPÃO - Na sexta-feira, um tribunal japonês ordenou que um homem que atualmente está apelando da sentença de prisão perpétua pelo assassinato de uma menina vietnamita de 9 anos em 2017 pague um total de 70 milhões de ienes (US$ 634.000) em danos aos pais dela.


Os pais de Le Thi Nhat Linh entraram com o processo no Tribunal Distrital de Tóquio contra Yasumasa Shibuya, o ex-chefe de 50 anos de um grupo de pais da Escola Primária Mutsumi Daini em Matsudo, perto de Tóquio, pelo assassinato de sua filha, que era um aluno da terceira série da escola.


O juiz presidente Tsuyoshi Momosaki determinou que Shibuya cometeu o crime e disse: "Nós podemos apenas imaginar a tristeza de ter a vida (de uma criança) interrompida na tenra idade de nove anos."