1/3

Homem chileno é indiciado por assassinato de Narumi Kurosaki em 2016


FRANÇA - Um juiz francês indiciou na terça-feira um homem chileno pelo assassinato de sua ex-namorada japonesa, que desapareceu em Besançon, leste da França, em 2016, informou a mídia local.


O julgamento de Nicolas Zepeda Contreras, 30, pode começar no outono. Zepeda negou ter matado Narumi Kurosaki, com quem ele namorou no Japão em meados da década de 2010, dizendo que ele não estava envolvido no desaparecimento dela.


Kurosaki, que era aluno da Universidade de Tsukuba, no Japão, veio para a França como estudante de intercâmbio em setembro de 2016. As autoridades francesas iniciaram uma investigação oficial de assassinato depois que o suspeito foi extraditado do Chile em julho do ano passado.


Kurosaki está desaparecida desde que jantou com Zepeda e voltou com ele para seu dormitório universitário em Besançon em 4 de dezembro de 2016. Ela tinha 21 anos na época.


Pouco depois do desaparecimento de Kurosaki, Zepeda, que também havia estudado na universidade japonesa, voltou para seu Chile natal.