1/3

Homem em depoimento, disse que queria matar uma pessoa e ser condenado à morte


JAPÃO - A Polícia Metropolitana de Tóquio prendeu Kyota Hattori, de 24 anos, um homem desempregado que foi preso no local por ter atacado os passageiros com uma faca no trem e ateado fogo no vagão.


Em depoimento, Hattori disse aos investigadores: "Eu queria matar alguém e conseguir a pena de morte, pensei que se eu matasse duas ou mais pessoas eu conseguiria o objetivo e eu estava me referindo ao incidente na linha de Odakyu em agosto."


O criminoso estava usando uma camisa e gravata verde, um terno azul e uma roupa parecida com um casaco. Além disso, de acordo com a polícia, o número de pessoas feridas subiu para 17, um deles foi esfaqueado e se encontra em estado crítico.


A polícia está investigando a situação em detalhes.


Houve uma série de incidentes em que os passageiros foram atacados aleatoriamente em trens em movimento.


Em 2018, um homem foi morto quando três passageiros foram atacados a bordo de um trem Tokaido Shinkansen, em Kanagawa.


Em agosto deste ano, pouco tempo depois das olimpíadas, 10 passageiros foram gravemente feridos quando foram cortados com uma faca a bordo de um trem da Linha Odakyu em Setagaya, na capital nipônica.


Em resposta a uma série de incidentes, as empresas ferroviárias intensificaram as medidas, incluindo a instalação de câmeras de segurança para monitorar os trens e aumentar a frequência das patrulhas.


Entretanto, é praticamente impossível revistar a bagagem de mão dos passageiros e não é possível verificar as facas e outros itens trazidos a bordo.