1/3

Homem que matou esposa em Gifu é condenado a 18 anos de prisão


GIFU - Um homem condenado a 18 anos de prisão por assassinar sua esposa em sua casa na cidade de Gifu e abandonar seu corpo em Kawahara, na Prefeitura de Mie, apelou da sentença até o terceiro dia.


O réu (56) de Nagara, em Gifu, agrediu, estrangulou e matou sua esposa Miki Inami (56 quando morta) em sua casa em julho do ano passado e no dia seguinte, o homem largou o corpo da mulher nas margens de um rio em Kuwana, em Mie.


A causa da morte seria em virtude de que o casal havia se separado e Miki estava tendo um novo relacionamento, o que motivou o homem a matar a mulher, mais conhecido como crime passional.


A defesa recorreu tentando diminuir a pena para oito anos, porém o Tribunal Distrital de Tsu disse: "Matar uma mulher para impedir um novo relacionamento é inadmissível. Colocá-lo em liberdade seria dar exemplo de desprezar a vida e enaltecer o egoísmo."


O réu e a defesa recorreram da decisão para o Tribunal Superior de Nagoya.