1/3

Homem que postou atletas em site pornográfico é multado em ¥600 mil


JAPÃO - Um homem de 37 anos foi multado em 600.000 ienes (US $ 5.500) na quinta-feira por postar imagens de várias atletas sem sua permissão em um site pornográfico que ele opera.


Kosuke Koyama, que foi preso no início deste mês por suposta violação de direitos autorais, pagou a multa depois que os promotores de Tóquio emitiram uma acusação sumária.


A prisão de Koyama foi a primeira desse tipo com base em informações fornecidas pelo Comitê Olímpico Japonês a respeito de imagens de atletas distribuídas sem seu consentimento para excitação sexual.


De acordo com a acusação, ele usou 39 imagens capturadas em um programa de TV esportivo sem a permissão da emissora e as postou no site por volta de 18 de maio de 2019. As imagens foram acompanhadas por comentários sexualmente explícitos no site, de acordo com o Departamento de Polícia Metropolitana de Tóquio.


O compartilhamento generalizado de fotos e vídeos de atletas femininas, muitas vezes tirados sem seu conhecimento e em um contexto sexualizado, tem chamado a atenção como um problema social, com mais vítimas se manifestando.


Uma acusação sumária é um procedimento simplificado que ignora os procedimentos judiciais e é usado para crimes menos graves.