1/3

Honda encerrará produção de carros esportivos de luxo NSX no final de 2022


JAPÃO - A Honda disse na terça-feira que encerrará a produção de seu carro esportivo de luxo NSX em dezembro de 2022, como parte dos esforços para revisar seus produtos menos lucrativos e se concentrar no desenvolvimento de veículos elétricos.


O modelo atual, com um preço inicial de 24,2 milhões de ienes ($ 222.000) e produzido nos Estados Unidos, foi revivido em 2016 como um veículo híbrido 10 anos após a aposentadoria do primeiro modelo.


A montadora japonesa vendeu 2558 unidades do veículo em todo o mundo, mas as vendas encolheram para 183 unidades em 2020, em comparação com 1004 unidades em 2017 e 418 unidades em 2019.


No final deste mês, a Honda lançará um modelo NSX especial com vendas limitadas a 350 veículos, incluindo 30 unidades no Japão, e considerará a introdução de um carro esportivo EV no futuro.


A primeira geração do NSX foi lançada em 1990 e ganhou popularidade como um carro esportivo completo. A empresa encerrou sua produção em 2005 com a venda de 18.507 unidades.


A mudança ocorre enquanto a Honda planeja aumentar gradualmente a proporção de veículos elétricos e de célula de combustível em suas vendas totais nos principais mercados, como Japão, EUA, Europa e China, com o objetivo de 40% em 2030 e 80% em 2035.


Enquanto isso, a empresa está revisando áreas de baixa lucratividade. Decidiu este ano encerrar a produção da minivan Odyssey, do sedã de luxo Legend e dos carros híbridos plug-in e com célula de combustível Clarity.