top of page
1665608300863 (1).png
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube

Hospital em Wajima enfrenta êxodo de enfermeiros após terremoto

Cerca de um quinto dos 133 enfermeiros empregados em um grande hospital em Wajima, uma cidade que sofreu danos graves no terremoto da Península de Noto em 1º de janeiro, decidiram sair ou estão considerando fazê-lo, informou o hospital.


O possível êxodo apresenta desafios para o hospital e outras três instituições na região norte da Península de Noto, com os serviços de saúde já prejudicados após o terremoto de magnitude 7,6.


O hospital revelou que alguns enfermeiros não têm escolha a não ser sair depois que suas casas foram danificadas ou eles foram forçados a se mudar devido à escolaridade de seus filhos ou situações de trabalho dos cônjuges.


Para evitar uma maior perda de funcionários, o governo está considerando um sistema para permitir que profissionais médicos trabalhem em outras instalações de saúde enquanto permanecem como funcionários em hospitais nas áreas afetadas por desastres.

Posts recentes

Ver tudo

Komentar


© TSJ 2024. Todos os direitos reservados

bottom of page