1650382760548_edited.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

Radio Mirai (Branco).png
1650382760548.png

1/3

Imigração retira escola de idiomas após caso de abuso de estudante vietnamita


FUKUOKA - A agência de imigração do Japão retirou uma escola de língua japonesa de sua certificação na quarta-feira depois que descobriu que um membro da equipe abusou de um estudante vietnamita em outubro passado.


O membro da equipe do Instituto Internacional de Educação Nishinihon, na cidade de Fukuoka, foi encontrado por ter contido o aluno por várias horas usando uma corrente e cadeado enrolados em seu cinto.


O incidente ocorreu após um desentendimento entre a escola e o homem de 20 anos sobre seu desejo de mudar de escola.


É a primeira vez que a agência remove uma escola de idiomas de sua lista de instituições aprovadas desde 2016, quando regulamentações mais rigorosas foram aplicadas.


Com a escola agora incapaz de aceitar estudantes estrangeiros por cinco anos, a agência planeja incentivar os cerca de 630 alunos atualmente matriculados lá a serem transferidos para outro lugar.


O assessor de imprensa da operadora da escola disse que está "atualmente descobrindo" a situação e não pôde comentar mais.


Mesmo depois de voltar ao seu dormitório, o vietnamita foi impedido de sair de seu quarto.


O funcionário da escola que conteve o homem ficou de guarda do lado de fora de seu quarto até a manhã seguinte para evitar sua fuga.


A escola admitiu ter contido o aluno, mas descreveu o comportamento de seu funcionário como "uma brincadeira sem más intenções". O funcionário em questão já renunciou.