1/3

Japão aplica goleada histórica contra a Mongólia na retomada das Eliminatórias Asiáticas


JAPÃO - A Seleção Samurai Blue retomou a estrada para o Catar com uma goleada soberba e impressionante diante da Seleção da Mongólia, na prefeitura de Chiba, na noite japonesa desta terça.


A seleção nipônica vinha inspirada logo depois de uma semana com boa colheita de frutos, apesar da derrota da seleção olímpica contra a Argentina no primeiro jogo. Após bater a Coréia do Sul em um amistoso em Fukuoka, a seleção subiu o mapa do Japão para Chiba para retomar as Eliminatórias diante da Mongólia.


Tudo parecia ser um duelo normal e a vitória japonesa, era enfim, certa. Mas a surpresa começou logo nos primeiros minutos da partida.


Takumi Minamino abriu o placar aos 13 minutos, recebendo uma bola do estreante Ken Matsubara e chutando para abrir 1 a 0.


O goleiro mongol evitou que a sua equipe se retrancasse. Mas a defesa foi um raro momento brilhante para Enkhtaivan, que tirou a bola da rede mais quatro vezes antes do intervalo.


Osako marcou o segundo do Japão aos 23 minutos, fazendo uma pirueta na área e marcando de perto, depois que Minamino, do Southampton, passou por cima de um passe do capitão Maya Yoshida.


O atacante do Eintracht Frankfurt, Daichi Kamada, marcou três minutos depois, e o meio-campista do Santa Clara, Hidemasa Morita, ampliou a vantagem com um gol pela seleção, acertando na entrada da área após cruzamento de Ito. Até aquele momento, a seleção da Mongólia perdeu todo o controle do jogo.


Um gol contra do meio-campista da Mongólia Khash-Erdene Tuya completou o placar do primeiro tempo.


O segundo gol do atacante do Werder Bremen, Osako, 10 minutos após o intervalo, abriu as portas para o Japão, que estava oficialmente jogando como time reserva depois que a partida foi transferida da Mongólia por causa de dificuldades logísticas decorrentes da pandemia.


"Em vez de se concentrar no adversário, nossos jogadores se concentraram no que queriam conquistar. Pude experimentar algumas formações diferentes e expandir nossas opções." Disse o treinador Hajime Moriyasu.


O Samurai Blue lidera o Grupo F depois de vencer todas as cinco partidas da segunda fase das eliminatórias asiáticas. A equipe seguiria nas eliminatórias contra o Myanmar. Mas o confronto foi adiado após o golpe militar de 1º de fevereiro no país do sudeste asiático.