1/3

Japão conquista segundo título mundial consecutivo na seleção feminina em Baku


AZERBAIJÃO - O Japão conquistou seu segundo título mundial consecutivo de trampolim no evento por equipes femininas na sexta-feira, em Baku.


Reina Satake, Hikaru Mori e Yumi Takagi fizeram uma exibição sólida e marcaram um total de 164,245 pontos, ultrapassando a China por 0,995 e chegando ao pódio novamente no evento não olímpico após sua primeira vitória em 2019.


A vitória veio com um time improvisado para o Japão, depois que uma lesão fez com que Mori fosse convocado pouco antes do início da competição no Azerbaijão.


"A capacidade do Japão de lidar com situações (inesperadas) trouxe um impacto positivo", disse Satake, que saiu por cima entre os primeiros jogadores, apesar de se encontrar desequilibrada com seus saltos preliminares.


"Fui escolhido para o segundo campeonato mundial consecutivo, por isso joguei com um sentimento de gratidão. Fiquei calmo e foi positivo que consegui reestruturar cuidadosamente o meu desempenho desde o início."


Mori deu sequência ao seu triplo backflip para marcar 55.555, a segunda melhor entre as segundas performances antes de Takagi não cometer erros sob pressão para encerrar as coisas.


"Estou começando a entender como me sair bem nos torneios", disse Mori, que foi eliminado na fase preliminar do evento individual nos Jogos Olímpicos de Tóquio e precisava de um mês de descanso após os jogos.


"Estou surpreso por termos vencido. Estou muito feliz por ter chegado ao topo do pódio."


O Japão ficou em segundo lugar no evento por equipes masculinas, depois que Ryosuke Sakai, Hiroto Unno e Ryusei Nishioka marcaram 178,335 pontos, ganhando sua primeira medalha no evento desde que chegou em terceiro em 2017. Bielorrússia venceu com 180,690.