1/3

Japão continua sendo o país onde os cidadãos norte-americanos devem "reconsiderar a viagem"


JAPÃO - O Japão continuará sendo um destino para o qual os cidadãos norte-americanos devem "reconsiderar a viagem", disse o Departamento de Estado dos EUA na segunda-feira, com base em sua última avaliação de consultoria de viagens em meio à pandemia do coronavírus.


O anúncio de manter o país asiático no nível três de alerta veio depois que o departamento disse no início deste mês que vai começar a atualizar os alertas de viagens.


Ele disse que a orientação revisada colocará aproximadamente 80% dos países em todo o mundo no nível mais alto de quatro, que aconselha os cidadãos a não viajarem para esses locais. A partir de segunda-feira, cerca de 150 países estão sujeitos ao aviso de nível quatro.


O departamento disse que a atualização não implica uma reavaliação da situação de saúde atual em um determinado país, mas reflete as "avaliações epidemiológicas" da agência de saúde pública dos Estados Unidos.


Os avisos também levam em consideração fatores logísticos, incluindo a disponibilidade de testes no país e as atuais restrições de viagem para cidadãos dos EUA, de acordo com o departamento.


Em março do ano passado, o departamento emitiu um aviso aos americanos para evitar todas as viagens internacionais em meio à disseminação mundial do novo coronavírus.


A recomendação foi suspensa em agosto, e a orientação para viajantes ao Japão foi definida no nível três.


O Japão continua a lutar contra a pandemia, com medidas mais duras para conter o surto introduzidas em Tóquio e nas prefeituras ocidentais de Osaka, Quioto e Hyogo no domingo, sob um terceiro estado de emergência em meio a uma onda de vírus.