1/3

Japão cortará quarentena para 3 dias a viajantes a negócios a partir de 8 de novembro


JAPÃO - O governo do Japão disse na sexta-feira que vai encurtar o período de quarentena para empresários vacinados do exterior em sua chegada ao país para três dias a partir de segunda-feira após o progresso global com vacinações e solicitações da comunidade empresarial.


As regras atenuadas de quarentena se aplicarão a viajantes de negócios de curto prazo inoculados com vacinas contra a COVID-19 consideradas eficazes pelas autoridades japonesas, com a condição de que as empresas que as aceitam relatem com antecedência sobre suas atividades planejadas para os sete dias após a quarentena e as supervisionem de acordo.


Atualmente, esses viajantes devem passar por um período de quarentena de 10 dias ao entrar no país, enquanto um período de quarentena de 14 dias se aplica a outras chegadas.


O governo também vai retomar a entrada dos que permanecem por mais tempo, incluindo estudantes e estagiários técnicos, embora o período de quarentena continue com 14 dias, em princípio.


Escolas e empresas que planejam aceitá-los deverão relatar com antecedência suas atividades planejadas no Japão e como serão monitoradas.


Após o ressurgimento explosivo do vírus e a disseminação de variantes altamente contagiosas, o governo suspendeu em janeiro a entrada de estrangeiros, incluindo empresários, em princípio, aceitando apenas indivíduos em "circunstâncias especiais", como por motivos humanitários.


A última medida ocorreu em um momento em que o número de novos casos de coronavírus caiu drasticamente no Japão e as atividades econômicas foram retomadas.


O vice-chefe do gabinete, Seiji Kihara, disse que o Japão também vai considerar a retomada da aceitação de grupos de turistas, revisando ainda este ano como suas atividades podem ser controladas e monitoradas.