1/3

Japão deve estabelecer zona de exclusão aérea durante as Olimpíadas


JAPÃO - O Ministério dos Transportes do Japão disse na quinta-feira que uma zona de exclusão aérea será instalada acima dos locais das Olimpíadas e Paraolimpíadas de Tóquio de 21 de julho a 5 de setembro como parte das medidas para prevenir o terrorismo.


Os voos regulares com partida ou chegada no aeroporto de Haneda, em Tóquio, não estarão sujeitos à restrição, de acordo com o ministério.


O ministério disse que a zona de exclusão aérea estará em vigor desde duas horas antes do início das competições até uma hora após o término, cobrindo voos de todas as altitudes. As mesmas restrições serão aplicadas às cerimônias de abertura e encerramento do Estádio Nacional, principal local olímpico.


A zona de exclusão aérea cobrirá cerca de um raio de 3 quilômetros das instalações durante as competições, mas será estendida para um raio de 46 quilômetros do Estádio Nacional para as cerimônias.


Eventos realizados fora de Tóquio, como as maratonas de Sapporo, também estarão sujeitos a uma zona de exclusão aérea.


As Olimpíadas de Tóquio estão programadas para ocorrer entre 23 de julho e 8 de agosto, após o adiamento de um ano devido à pandemia do coronavírus. As Paraolimpíadas acontecerão de 24 de agosto a 5 de setembro.