1650382760548_edited.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

Radio Mirai (Branco).png
1650382760548.png

1/3

Japão e Inglaterra fecham acordo de defesa em assembleia da ONU nos EUA


EUA - O primeiro-ministro Fumio Kishida e sua contraparte britânica Liz Truss concordaram em assinar um pacto bilateral de cooperação em defesa em uma data antecipada e intensificar as conversações sobre uma proposta de desenvolvimento conjunto de um jato de caça.


Durante sua primeira reunião desde que Truss assumiu o cargo no início deste mês, os líderes também compartilharam "sérias preocupações" com as tentativas de mudar unilateralmente o status quo à força nos mares do Leste e do Sul da China, disse o Ministério das Relações Exteriores.


Os dois líderes se reuniram à margem da sessão de debate geral da Assembleia Geral da ONU em Nova York, nos Estados Unidos.


Referindo-se à política de "inclinação para o Indo-Pacífico" que a Grã-Bretanha introduziu no ano passado, Kishida expressou esperança de que Tóquio e Londres possam cooperar mais de perto do que nunca para enfrentar os desafios globais, de acordo com o ministério.


Em uma reunião em maio, Kishida chegou a um acordo básico com o antecessor de Truss, Boris Johnson, para melhorar a cooperação bilateral de defesa, incluindo permitir que as Forças de Autodefesa japonesas e os militares britânicos se envolvam em esforços conjuntos de treinamento e socorro a desastres.


Kishida e Johnson também disseram que os dois países procurariam chegar a um acordo sobre o "quadro completo" para futura colaboração no desenvolvimento proposto de jatos de caça até o final deste ano.


Na cúpula de terça-feira, Kishida e Truss também prometeram aprofundar a cooperação na garantia de segurança econômica e fornecimento de energia, disse o ministério.


Kishida expressou condolências a Truss pela morte da Rainha Elizabeth II aos 96 dias de idade, depois que Truss se tornou a líder britânica.