1/3

Japão emite protesto por exercícios militares russos em ilha disputada ao norte de Hokkaido


JAPÃO - O governo japonês apresentou um protesto contra a Rússia depois que Moscou disse que está praticando tiro ao alvo em águas próximas a uma ilha dominada pelos russos reivindicada pelo Japão ao norte da ilha principal de Hokkaido, no norte do país, disse o porta-voz do governo na quinta-feira.


O secretário-chefe de gabinete, Katsunobu Kato, disse que as autoridades russas emitiram no sábado um alerta de navegação cobrindo quatro dias a partir de quinta-feira, bem como de 13 a 17 de setembro, sobre o exercício no que Kato chamou de águas japonesas na Ilha Etorofu.


"Inadmissível", disse Kato em uma entrevista coletiva de imprensa.


Kato acrescentou que a disputa territorial de longa data sobre o que Tóquio se refere como Territórios do Norte, compreendendo quatro ilhas, "precisa ser fundamentalmente resolvida" e que o Japão buscará negociações com Moscou "tenazmente".


A disputa pelas ilhas, conhecidas como Kurilas do Sul na Rússia, impediu os dois países de concluir um tratado de paz no pós-guerra. A Rússia quer que o Japão reconheça que as quatro ilhas foram adquiridas legitimamente após a rendição de Tóquio na Segunda Guerra Mundial, enquanto o Japão considera que a apreensão foi ilegal.