1/3

Japão exige que todas as pessoas que entram no país submetam o teste COVID-19


JAPÃO - O Japão vai enfatizar ainda mais seus controles de fronteira a partir de sábado, exigindo que todas as pessoas que chegarem apresentem resultados negativos de testes de vírus feitos dentro de 72 horas de sua partida para o Japão durante o último estado de emergência.


A medida será aplicada aos que entrarem no Japão a partir de quarta-feira e será válida até que um segundo estado de emergência, declarado quinta-feira, seja suspenso, disse o Ministério das Relações Exteriores. O governo disse que a declaração de emergência será válida até 7 de fevereiro.


Empresários e estudantes de Taiwan e de 10 países asiáticos, incluindo a China continental e a Coreia do Sul, estão atualmente autorizados a entrar sob um regime especial que visa facilitar as restrições de viagens.


Aqueles de outras regiões que não 152 nações e regiões sujeitas a uma proibição de entrada também podem entrar no Japão no momento.


Mas, segundo o esquema mais recente, essas pessoas também precisarão apresentar resultado negativo de um teste de vírus feito dentro de 72 horas de sua partida e fazer outro teste na chegada, disse o ministério.


A nova regra vem depois que o Japão introduziu medidas mais rígidas no final de dezembro para novas entradas de estrangeiros de todo o mundo para negócios e estudos, em resposta à detecção de novas variantes do coronavírus anunciadas na Grã-Bretanha.