top of page
1665608300863 (1).png
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube

Japão planeja destruir 77% dos medicamentos contra COVID-19

O governo está planejando destruir 77% dos medicamentos antivirais contra a COVID-19 que comprou durante a pandemia, pois permanecem sem uso, revelou uma estimativa com base em dados governamentais.


Dos medicamentos orais adquiridos para 5,6 milhões de pessoas, aqueles para 4,3 milhões permanecem sem uso, pois a situação legal da doença foi rebaixada para a mesma categoria da gripe sazonal em maio do ano passado.


Os medicamentos, avaliados em 300 bilhões de ienes, incluem comprimidos Xocova da Shionogi, cápsulas Lagevrio da Merck e comprimidos Paxlovid da Pfizer, devendo ser destruídos por expiração.


A incerteza na evolução da situação dificulta a previsão precisa da quantidade de medicamentos necessária, destacou Ataru Igarashi, professor especialmente designado na Universidade de Tóquio, instando a um debate sobre a gestão de suprimentos antes da próxima emergência de saúde.

Posts recentes

Ver tudo

Σχόλια


© TSJ 2024. Todos os direitos reservados

bottom of page