top of page
1665608300863 (1).png
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube

Jovem de 18 anos é condenado a prisão pela participação ao assalto a relojoaria

TÓQUIO - Um tribunal japonês condenou um homem 18 anos a quatro anos e seis meses de prisão por sua participação no assalto a uma relojoaria em Ginza.


De acordo com a decisão, Shoma Torii e outros quatro indivíduos, alguns deles mascarados, conspiraram para invadir e saquear a loja no dia 8 de maio, causando um prejuízo de mais de 300 milhões de ienes. Os promotores haviam solicitado uma pena de sete anos de prisão para o réu.


Ao proferir a sentença, a juíza Madoka Hiruta do Tribunal Distrital de Tóquio afirmou que se tratou de um crime organizado e premeditado, no qual os infratores cobriram seus rostos e quebraram violentamente os mostruários para roubar os itens. A juíza determinou que Torii desempenhou um papel subordinado, mas vital, no assalto, ameaçando os funcionários da loja com uma faca.


Esta foi a primeira decisão relacionada ao famoso assalto em Ginza. Dos cinco detidos, quatro foram acusados, enquanto o Tribunal de Família de Yokohama decidiu enviar o último a um reformatório para menores.


Dos quatro acusados, três têm 18 e 19 anos de idade, mas seus nomes foram divulgados após uma revisão na Lei de Menores do Japão em 2022, juntamente com a redução da idade legal da maioridade de 20 para 18, o que permite que a mídia revele os nomes e rostos de infratores de 18 e 19 anos acusados de cometer crimes graves no Japão.

Posts recentes

Ver tudo

Comments


© TSJ 2024. Todos os direitos reservados

bottom of page