top of page
1665608300863 (1).png
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube

Kishida descarta dissolver câmara baixa

O primeiro-ministro, Fumio Kishida, afirmou que não tem intenção de dissolver a Câmara dos Deputados durante a atual sessão parlamentar até 23 de junho, com a queda nas avaliações de seu gabinete em meio a um escândalo de fundos políticos.


Kishida descartou a realização de eleições antecipadas, concentrando-se em resolver questões urgentes como a reforma política. Sua declaração ocorre em meio a um escândalo que revelou negligência na declaração de receitas de festas de angariação de fundos por algumas lideranças do PLD.


Muitos legisladores governistas pediram que Kishida não dissolva a Câmara dos Deputados, pois o escândalo minou a confiança pública no partido. O PLD sofreu perdas em eleições parciais recentes, enquanto Kishida tenta revisar a legislação de controle de fundos políticos.


Críticos apontam que a legislação atual contém brechas que permitem aos políticos manter fundos secretos. O futuro político de Kishida, incluindo sua possível reeleição como presidente do PLD, pode depender do desempenho do partido nas próximas eleições gerais.

Posts recentes

Ver tudo

コメント


© TSJ 2024. Todos os direitos reservados

bottom of page