top of page
1665608300863 (1).png
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube

Líder da Yakuza é acusado de tráfico de materiais nucleares

Um líder de um sindicato da Yakuza foi acusado de conspirar para traficar urânio e plutônio de qualidade armamentista de Mianmar para outros países, anunciou um procurador dos EUA nesta quarta-feira.


Takeshi Ebisawa, 60 anos, é acusado de contatar um agente disfarçado da Administração de Repressão às Drogas (DEA), que se passava por traficante de narcóticos e armas, em 2020, sobre a venda de materiais nucleares a serem fornecidos por um grupo insurgente étnico em Mianmar.


Ebisawa ofereceu fornecer plutônio "poderoso" a um associado do agente, que se fazia passar por general iraniano. As autoridades norte-americanas alertaram para as consequências potencialmente catastróficas do sucesso desses esforços.

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


© TSJ 2024. Todos os direitos reservados

bottom of page