top of page
1665608300863 (1).png
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube

Médico relembra tragédia de Akihabara e reflete sobre importância de cuidados médicos de emergência

No dia 8 de junho de 2008, o médico Akihiko Yamamoto, atualmente diretor do centro de cuidados intensivos do Hospital Prefeitural de Oita, se deparou com um dos piores massacres em massa do Japão quando chegou à estação JR Akihabara, em Tóquio.


Sete pessoas foram mortas e 11 ficaram feridas no ataque com faca perpetrado por Tomohiro Kato. Yamamoto tentou salvar duas das vítimas, mas ambas faleceram, o que o fez questionar a eficácia dos cuidados médicos de emergência no Japão.


O ataque chocou o país, conhecido por sua segurança, e resultou em mudanças na lei de controle de armas. Yamamoto continua a refletir sobre o incidente e a importância de respostas rápidas em emergências, mantendo viva a memória das vítimas e dos desafios enfrentados naquele dia.

Posts recentes

Ver tudo

Argentina se retira do World Expo 2025

A Argentina decidiu retirar sua participação na Exposição Mundial de 2025 em Osaka, tornando-se o terceiro país a abandonar o evento, após o México e a Estônia. A ministra japonesa responsável pelo ev

Comments


© TSJ 2024. Todos os direitos reservados

bottom of page