top of page
1665608300863 (1).png
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube

Navios chineses batem recorde de presença nas Ilhas Senkaku

Navios chineses foram avistados nas proximidades das Ilhas Senkaku, controladas pelo Japão, pelo 158º dia consecutivo, marcando um novo recorde desde que o governo japonês assumiu o controle das ilhas em 2012. Quatro navios da Guarda Costeira Chinesa foram detectados navegando fora das águas territoriais japonesas, com um deles equipado com um canhão, conforme relatado pela Guarda Costeira Japonesa.


A presença contínua de embarcações chinesas ao redor das ilhas desabitadas, reivindicadas por Pequim como Diaoyu, ressalta as tensões persistentes entre os dois vizinhos asiáticos. O Secretário-Chefe do Gabinete Japonês, Yoshimasa Hayashi, descreveu a situação como "extremamente séria" e afirmou que o Japão monitorará os navios chineses com urgência e responderá de maneira calma e resoluta.


A detecção dos navios chineses ocorreu um dia após o primeiro-ministro japonês Fumio Kishida realizar seu primeiro encontro bilateral formal com o premier chinês Li Qiang. Durante as conversas, Kishida solicitou a remoção de uma bóia instalada pela China na zona econômica exclusiva do Japão perto das Ilhas Senkaku.


Navios chineses têm repetidamente entrado nas águas territoriais japonesas ao redor das ilhas desabitadas desde que o governo japonês comprou as ilhas de um proprietário privado.


O Japão mantém que as Ilhas Senkaku são parte de seu território inerente, com uma reivindicação clara historicamente e em direito internacional. Pequim começou a reivindicar as ilhas no início dos anos 1970, após estudos da ONU indicarem a presença de potenciais reservas de gás na região.

Posts recentes

Ver tudo

Argentina se retira do World Expo 2025

A Argentina decidiu retirar sua participação na Exposição Mundial de 2025 em Osaka, tornando-se o terceiro país a abandonar o evento, após o México e a Estônia. A ministra japonesa responsável pelo ev

Comments


© TSJ 2024. Todos os direitos reservados

bottom of page