top of page
1665608300863 (1).png
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube

Promotoria de Tóquio decide não indiciar mulheres chinesas por fraude

A promotoria metropolitana decidiu que não vai indiciar duas mulheres chinesas por fraude em um caso que chamou a atenção devido aos seus vínculos com uma organização que um grupo de direitos humanos descreveu como uma estação policial chinesa no exterior.


As mulheres foram encaminhadas à promotoria em fevereiro por alegações fraudulentas de auxílio financeiro COVID-19, mas as autoridades não explicaram o motivo de sua decisão.


Uma investigação apontou que uma das mulheres, de 59 anos, teria falsamente alegado que seu negócio relacionado ao sexo era uma clínica quiroprática operada pela outra mulher como parte de uma tentativa de receber fundos de auxílio COVID-19.

Posts recentes

Ver tudo

Comments


© TSJ 2024. Todos os direitos reservados

bottom of page