top of page
1665608300863 (1).png
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube

Startup japonesa lança com sucesso satélite para monitorar detritos espaciais

A startup japonesa Astroscale anunciou que lançou com sucesso um satélite para monitorar o estado de uma seção de foguete descartada em órbita no espaço, em uma iniciativa que ela chama de pioneira mundial enquanto busca desenvolver tecnologia para remoção de detritos espaciais.


O satélite a bordo do foguete da Rocket Lab USA decolou da Nova Zelândia no domingo em uma missão para monitorar uma parte do corpo do foguete H2A lançado pelo Japão em 2009 e que atualmente está orbitando a 600 quilômetros acima da superfície da Terra a alta velocidade.


Os detritos espaciais têm crescido nos últimos anos em linha com o aumento nos lançamentos de satélites e foguetes. Enquanto objetos como satélites inoperantes e seções de foguetes descartadas aumentam o risco de colisões com satélites ativos, não há um método estabelecido para remover os detritos.


O satélite de demonstração em forma de cubo da startup, Active Debris Removal by Astroscale-Japan, ou ADRAS-J, mede cerca de 80 centímetros de comprimento e largura, 1,2 metros de altura e pesa cerca de 150 quilogramas.


A empresa espera se aproximar a vários metros da seção do segundo estágio do foguete H2A nº 15 e monitorar e capturar imagens da seção em órbita, incluindo seus movimentos de rotação e o grau de danos e degradação.


A seção tem cerca de 11 metros de comprimento com um diâmetro de cerca de 4 metros e pesa aproximadamente 3 toneladas. A Astroscale foi fundada em 2013 pelo ex-burocrata do Ministério das Finanças Nobu Okada para oferecer um serviço comercial de remoção de detritos espaciais.


Seus planos futuros incluem a coleta de detritos espaciais usando um braço robótico equipado em um satélite e queimando-o na atmosfera.

Posts recentes

Ver tudo

留言


© TSJ 2024. Todos os direitos reservados

bottom of page