1650382760548_edited.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

Radio Mirai (Branco).png
1650382760548.png

1/3

Três corpos, possivelmente vítimas do naufrágio do Kazu I, chegam ao Japão


HOKKAIDO - Três corpos recuperados pela Rússia que se acredita serem de pessoas desaparecidas de um barco turístico que afundou em Hokkaido em abril chegaram ao Japão em um navio da Guarda Costeira neste sábado, dia 10.


Os corpos, descobertos entre maio e junho, foram entregues à Guarda Costeira do Japão pelas autoridades russas no dia anterior após comprovação através dos testes de DNA.


Os testes baseados em dados enviados do Japão mostraram que os corpos eram de dois dos passageiros e um membro da tripulação do Kazu I, que afundou em 23 de abril deixando 15 mortos e 11 desaparecidos.


A polícia nortista liberará os corpos para as famílias das vítimas depois de realizar novos testes de DNA, disseram as autoridades.


Acredita-se que os corpos sejam de Akira Soyama, um barqueiro de 27 anos, e uma mulher e um homem entre os desaparecidos.


Um dos corpos foi encontrado na parte sul de Sacalina e os outros na Ilha Kunashiri.


O barco foi recuperado do fundo do mar cerca de 11 quilômetros a oeste do porto de Utoro, em Shari, de onde partiu com 26 pessoas a bordo para um cruzeiro de três horas ao redor da Península de Shiretoko, um patrimônio natural mundial, apesar dos avisos de mau tempo.