1650382760548_edited.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

Radio Mirai (Branco).png
1650382760548.png

1/3

Tufão Nanmadol toca o chão deixando Kyushu e Okinawa em estado de alerta


JAPÃO - Um grande e poderoso tufão tocou o chão no Kyushu, com a JMA alertando para ventos e ondas sem precedentes, e pedindo o mais alto nível de cautela.


Meteorologistas afirmam que o tufão Nanmadol continuou se movendo lentamente para o norte sobre Kyushu depois de fazer o "landfall" em Kagoshima e poderia seguir ao longo da ilha principal de Honshu nos próximos dias. Vários trens e voos foram cancelados.


A agência, que emitiu um aviso especial de tufão para Kagoshima no sábado à noite, disse que parte da província vizinha de Miyazaki viu bandas de chuva lineares com mais de 400 milímetros de precipitação registrados em algumas áreas nas 24 horas até a tarde de domingo.


As regiões de Shikoku, Chugoku e Kinki, no oeste do Japão, puderam ver bandas de chuva lineares até a manhã de segunda-feira, alertou a agência.


Esta é a primeira vez que a agência emitiu um aviso especial de tufão para uma área além da prefeitura de Okinawa.


Embora o tufão, o 14º desta temporada, tenha enfraquecido ligeiramente às 3 da manhã. No domingo, ainda havia possibilidade de rajadas máximas de cerca de 250 quilômetros por hora. Na cidade de Yakushima, em Kagoshima, velocidades de até 184 km/h foram registradas na manhã deste domingo.


Em coletiva, o primeiro-ministro Fumio Kishida disse que se "sentissem o menor perigo", que evacuasse imediatamente.


O premiê também ordenou que os funcionários "tomem todas as medidas possíveis para garantir a segurança das pessoas com senso de urgência".


As prefeituras de Fukuoka, Kumamoto, Miyazaki e Nagasaki seguiram a liderança de Kagoshima e aplicaram a lei de auxílio a desastres a todos os seus municípios. Isso permitirá que eles recebam apoio dos governos local e central.


O tufão, que teve uma pressão atmosférica de 935 hectopascals em seu centro, está se movendo a 20 km/h e deve se curvar para leste depois de atingir o norte de Kyushu e viajar pelo arquipélago principal do Japão.


A agência disse que Shikoku pode ver até 500 mm de chuva nas 24 horas até segunda-feira à noite.


Depois que muitos voos ligando Kyushu e outras áreas do Japão, bem como parte dos serviços de trem na região sudoeste, foram cancelados no sábado devido à aproximação do tufão, a West Japan Railway Co. disse que vai parar de rodar todos os trens-bala sanyo Shinkansen entre as estações Hiroshima e Hakata na segunda-feira.


A companhia ferroviária disse que também reduzirá o número de shinkansens que operam entre Osaka e Hiroshima até por volta das 14h de segunda-feira e suspenderá os serviços em sequência posteriormente entre as duas principais cidades.


A JR local, por sua vez, disse que todos os serviços do Tokaido Shinkansen entre Osaka e Nagoya serão cancelados a partir da tarde de amanhã durante todo o dia. Também reduzirá drasticamente o número de trens entre Nagoya e Tóquio.